RecursosPlanosQuem SomosParceirosBlog

Marketing

Como otimizar os investimentos das suas campanhas e alavancar os resultados do seu e-commerce?

Matheus Souza

Por: Matheus Souza

Atualizado há 2 anos

Você já deve saber que investir em mídia paga é uma das principais formas para atrair clientes para um e-commerce. Para se ter uma ideia, em 2021 o total investido em publicidade na internet saltou para 33,5%, contra 26,75% no período anterior, isso de acordo com um estudo feito pelo Conselho Executivo das Normas-Padrão, que reúne anunciantes, agências de propaganda e veículos de comunicação.

Ainda segundo o levantamento apresentado pela Folha, 47% dos consumidores afirmaram usar a publicidade como fonte de informação para as compras, 34% seguem as marcas nas redes sociais, 45% usam a internet para planejar as compras, 33% buscam na internet os produtos que veem na TV e 21% são influenciados por comentários publicados online.

Esse crescimento do investimento das empresas em publicidade, principalmente na internet, pode se justificar pelo aumento do consumo via canais de venda online, como o e-commerce e também o acirramento da concorrência. 

Então, diante desse cenário, torna-se fundamental para um e-commerce otimizar os investimentos em campanhas, para assim aumentar as vendas e melhorar o ROI.

No artigo de hoje, você vai encontrar algumas dicas para otimizar seus investimentos em mídia. Confira!

O que é otimizar campanhas de mídia paga?  

Otimizar campanhas de mídia paga significa analisar os indicadores dos anúncios e identificar possibilidades de melhoria que podem trazer resultados mais positivos para o seu e-commerce.

Em outras palavras, a otimização de campanhas se resume em redistribuir orçamento em um conjunto de anúncios que traz bons resultados e fazer mudanças para que eles os potencializem ainda mais. Também é possível excluir ou pausar os anúncios que não estão entregando os resultados esperados. 

Por isso, otimizar campanhas de mídia paga é um processo tão importante para obter resultados mais eficientes no seu e-commerce.

Como otimizar campanhas para e-commerce?

Antes de começar a otimizar suas campanhas é necessário levar algumas coisas em consideração.

A primeira é a segmentação do seu negócio. Isso porque, quando o assunto é campanha de mídia, existem estratégias específicas para cada segmento. 

O segundo fator que precisa ser considerado é a definição de metas, como Custo por Aquisição (CPA) e Custo por Clique (CPC), frequência, alcance, ROAS e o ROI.

Cada comércio eletrônico tem desempenhos e métricas particulares. Afinal, o público impactado, o alcance e a estratégia estabelecida influenciam diretamente nos anúncios.

Importante: além de conhecer o seu segmento e definir suas metas, é preciso entender que os anúncios precisam de tempo para apresentar resultados. A plataforma de anúncios que você usa, seja o Google, Facebook (Meta) ou qualquer outra, utiliza inteligência artificial para entender o perfil e o comportamento de compra do seu cliente.

Por isso, na fase inicial, a plataforma coloca os anúncios em “aprendizado de campanha”.

Quando o assunto é e-commerce, as campanhas com foco no Google Shopping são as que geram mais resultados. Por isso, preparamos um tópico exclusivo sobre otimizações para Google Shopping. Confira!

Como otimizar campanhas para o Google Shopping?

Atenção às palavras-chave

No Google Shopping não é possível escolher as palavras-chave, mas você pode avaliar as palavras negativas e isso pode ajudar a diminuir gastos desnecessários.

Outro ponto interessante é descobrir quais palavras-chave estão ativando a campanha dos seus produtos e aproveitá-las na formulação de novas campanhas. 

Otimize as campanhas inteligentes

De acordo com o Google, as campanhas inteligentes do Shopping produziram um retorno de 20% (ou melhor) do que as campanhas padrão, além de demandarem menos tempo que uma campanha padrão. Então, elas merecem sua atenção!

Locais

Anuncie em locais específicos do Brasil, onde seu e-commerce consegue entregar com valores melhores de frete. Ou até mesmo retirar das campanhas as Regiões onde sua loja virtual tenha alguma restrição logística. Fazendo isso, você reduz gastos desnecessários de dinheiro e tempo. 

Um dos pontos importantes para otimizar campanhas é definir as metas, mas como analisar as métricas e entender se as metas estão sendo alcançadas, ou não? Confira a seguir!

Como analisar os indicadores para otimizar campanhas de tráfego pago

Partindo do pressuposto que você definiu suas metas e esperou o período de aprendizado necessário (de 7 a 15 dias), chegará o momento de analisar os resultados para saber o que precisa ser otimizado.  

Os indicadores mais importantes são aqueles que fazem sentido para a sua estratégia. Eles podem variar de acordo com a maneira como você analisa, porém, existem alguns que podem auxiliar na otimização das campanhas de mídia.

Confira quais são os principais indicadores:

  • CPC (custo por clique)
  • CTR (taxa de cliques nos seus anúncios)
  • ROI ou ROAS  (retorno sobre o investimento)
  • CPA (custo por aquisição)
  • Conversões
  • Vendas
  • Receita
  • Qualidade do anúncio

8 dicas práticas para otimizar campanhas de mídia

1. Teste vários públicos  

Aumentar o seu público, seja adicionando novas segmentações geográficas ou por público semelhante (lookalike no Meta ADS), vai ajudar a potencializar a entrega dos anúncios. 

Fazendo isso, é possível aumentar a quantidade de pessoas que podem ser impactadas (potenciais compradores), diminuir o CPC e aumentar o CTR.

2. Revise os criativos dos anúncios

Os aspectos visuais e de texto dos anúncios são fundamentais para qualquer campanha. Por isso, é essencial sempre revisar e garantir que você tenha um texto persuasivo e uma imagem que atraia o usuário.

É possível fazer vários testes, seja apenas dos criativos ou do público que eles vão impactar. Enquanto os anúncios são testados, faça também um trabalho de branding e garanta que o cliente se torne fiel à sua marca.

No Google Ads é ideal otimizar as suas palavras-chave, com variações de correspondências e inclusão ou exclusão pelo menos 1 vez por semana. Tenha cuidado com palavras muito amplas, pois elas podem consumir o orçamento.

No Google Shopping as descrições não precisam ser grandes, aproveite este espaço para adicionar possíveis palavras-chave e atributos do produto que seus clientes podem procurar.

3. Faça testes A/B

Fazer testes A/B também é uma excelente forma de aproveitar ao máximo o seu orçamento em uma campanha, alocando verba em anúncios que obtém resultados conforme as métricas definidas.

Nos testes, as plataformas privilegiam a campanha que está tendo maior retorno e desativam a outra. Isso te ajuda a entender qual criativo funciona, quais são os melhores públicos e expansões geográficas. 

4. Faça lances inteligentes

No Google Shopping, na hora de definir os lances da sua campanha, foque em produtos que você sabe que são mais atrativos e geram o ticket médio esperado. 

Assim, você terá um retorno melhor e mais rápido do que em produtos menos vendidos.

5. Use a sua base de clientes 

Uma vez que você possui uma base de contatos (leads), é interessante fazer uma campanha de remarketing para seus clientes com uma boa oferta. Além disso, você pode otimizar campanhas que tenham bons criativos, mas não estejam tendo bons resultados para o público frio, incentivando a recompra do cliente. 

Outra dica interessante é excluir do seu público as pessoas que já converteram em seus anúncios. Fazendo isso, você evita que pessoas já impactadas pelo anúncio os recebam novamente.

6. Analise seu e-commerce

É muito importante que as páginas de destino do seu e-commerce ofereçam uma boa experiência e estejam de acordo com o anúncio que impactou o usuário. 

Por exemplo, se o anúncio for de um tênis branco, direcione o cliente para o tênis que você ofereceu. Parece simples, mas é comum que isso não aconteça. Para otimizar as campanhas, o cliente precisa encontrar o que ele procurou. Assim, você evita que ele saia da página e aumente a taxa de rejeição.

7. Fique de olho na concorrência

Estude seus principais concorrentes e identifique o que eles estão fazendo em suas campanhas, especialmente no Google Shopping.

Analise como os e-commerces com melhores posicionamentos estão se diferenciando e extraia alguns insights para otimizar e melhorar as campanhas do seu negócio. Veja também se seus preços correspondem com a média do mercado, para que os produtos não percam relevância no comparativo com os concorrentes.

8. Faça a gestão dos KPIs

Como você pode ter notado, para otimizar os investimentos em campanhas é fundamental ter uma visão clara sobre os dados do seu e-commerce. E para isso existe uma solução que unifica seus dados e transforma-os em dashboards para você analisar e tomar as decisões certas em sua campanha.

Conheça a PlanD, solução completa de análise de dados. Teste grátis por 15 dias ou, agende uma conversa com um especialista para te ajudar a montar os dashboards com os KPIs mais relevantes para seu e-commerce.

Você também poderá gostar de ler nosso artigo sobre “KPIs do e-commerce: como definir as métricas fundamentais para o gestor de loja virtual”.

 

Veja como a PlanD pode aumentar os resultados do seu e‑commerce

Teste grátis por 15 dias. Não é necessário cartão de crédito