RecursosPlanosQuem SomosParceirosBlog

Notícias

Quer ter um e-commerce de sucesso? Não cometa esses 8 erros.

Matheus Souza

Por: Matheus Souza

Atualizado há 3 anos

O ano de 2020 foi um período muito desafiador para o mercado, mas em especial para o e-commerce, ele trouxe excelentes resultados. De acordo com a 42ª edição do Webshoppers da pesquisa da Ebit, no 1º semestre de 2020, o e-commerce cresceu 47%, a maior alta nas últimas 2 décadas. 

Esse crescimento foi motivado por diferentes razões, mas principalmente pelo isolamento social e pelo crescimento no número de empresas que passaram a ofertar o seu produto através das plataformas digitais. 

Com esses números em alta, uma dúvida vem à mente dos empresários: como ter um e-commerce que faça sucesso e conquiste os clientes?! Para responder a essas questões, listamos os 8 erros que você não deve cometer.

1º Não dar atenção para o site/estrutura

Ter um e-commerce não é simplesmente criar a página e nunca mais realizar uma manutenção. Ter um e-commerce é sinônimo de mudanças constantes, mensais, semanais e até diárias, se necessário. 

A dica é já contratar um serviço de suporte e manter um contato constante com os profissionais especializados na manutenção do seu site. Dar atenção a esses ajustes e a própria estrutura da página é primordial. 

2º Não priorizar descrição e fotos de produtos

Você já deixou de comprar um produto por falta de informação?! Com toda certeza sim. Para que seus clientes não passem pelo mesmo problema, não deixe de descrever muito bem todos os produtos do seu e-commerce. 

Caso sua loja ofereça roupas, por exemplo, descreva todas as informações sobre a peça, como medidas e tamanhos. Além desses dados, também é fundamental colocar fotos de diferentes ângulos do produto. 

Quanto mais informação, melhor!

3º Pedir registro longo demais

Ao planejar um e-commerce é sempre importante pensar em otimizar o tempo de compra do seu usuário. Por isso, não cometa o erro de pedir um cadastro longo demais e com informações desnecessárias ao seu cliente. 

Para o cadastro, solicite apenas as informações realmente essenciais para a sua empresa. Segundo os dados da pesquisa de 2017 da Forrester, mais de 20% dos usuários abandonam o pedido por encontrarem dados complementares no registro de informação. 

4º Não dar importância para a performance da página

Você tem um e-commerce muito bem-feito, bem estruturado e com excelentes produtos, mas ele não tem visitas e nem consegue converter? Provavelmente um dos problemas é performance. 

Não dar a devida importância a performance da sua página é um erro crítico e que pode levar ao fim do seu e-commerce. E para te ajudar nesse processo e trazer todo sucesso que sua página merece, conte com a ajuda da PlanD. 

Na PlanD você tem a solução perfeita para o seu e-commerce. Nessa ferramenta você tem acesso a dados de diferentes fontes e a uma análise automatizada e inteligente. Com base nessas informações fica muito mais fácil analisar e otimizar sua página.

5º Ter poucas opções de pagamento

Você montou um site responsivo e ofereceu uma ótima experiência ao usuário, mas na hora do pagamento, seu e-commerce oferece poucas opções de pagamento?! Não perca seu consumidor no último step de conversão. 

Ofereça diferentes possibilidades de pagamento, como boleto, transferência, pix, cartão de crédito, entre outras. Assim, seu consumidor tem mais opções na hora de fechar o carrinho e fazer a compra. 

DICA EXTRA: hoje em dia é possível negociar com a operadora do cartão de crédito uma força de pagamento parcelado que não compromete o limite do cliente. Converse com seu gerente e oferte as melhores opções aos seus consumidores. 

6º Não investir em segurança 

Um erro comum de muitos empresários é pensar que o e-commerce dispensa o investimento em segurança. Muito pelo contrário, ter uma página online exige, com toda certeza, um planejamento e um investimento nesse setor. 

No e-commerce transitam constantemente diferentes informações e dados pessoais importantes dos usuários e da própria empresa, como dados de cartão de crédito, nome, endereço e muito mais. 

O mais importante é já buscar um certificado de segurança para o rodapé do site, isso traz confiança aos consumidores. Mas além disso, vale contar com uma equipe e um fornecedor especializado nesse serviço. 

7º Não ter uma política clara de uso de dados e de troca/devolução

O uso de dados é algo realmente muito sério, sensível e importante. A LGPD, Lei Geral de Proteção de Dados, chegou para tornar essa discussão ainda mais formal e necessária no Brasil. 

Manter uma política clara sobre o uso de dados é importante para a segurança dos usuários, mas também para a segurança e respaldo jurídico da própria empresa e do seu e-commerce. 

Da mesma forma, planejar e trabalhar com uma política bem estruturada de troca e devolução pode impedir uma série de problemas legais com os clientes, além de transtornos entre o relacionamento da marca com seus consumidores. 

8º Não guardar dados

Pois é, ainda hoje, muitas empresas não utilizam os preciosos dados dos seus clientes e de suas vendas. Muito mais do que informações rotineiras, analisar os dados mensais e entender os picos e quedas de vendas é um trabalho fundamental para o sucesso do seu e-commerce. 

Por meio dessa análise é possível identificar tendências, entender melhor seus usuários e até descobrir em quais canais investir em marketing. Viu só?! São diferentes vantagens em apenas uma análise. 

E para simplificar essa análise vai aí uma dica: conte com a ajuda da PlanD. Nós facilitamos a sua forma de trabalhar com os dados de campanhas digitais e do e-commerce. Sim, dentro da nossa plataforma você tem acesso a tudo isso. É simples, prático e eficiente. 

Agora é hora de ter seu e-commerce!

Depois de todas essas dicas chega o momento tão esperado: montar e começar a trabalhar na prática com seu e-commerce. Siga todas as sugestões, evite os erros listados e com certeza você e sua marca terão sucesso no universo digital. 

Destacar-se diante de tantos concorrentes e num mercado cada vez mais saturado pode ser um desafio, por isso, não deixe de planejar, focar nos diferenciais da sua marca e realizar um trabalho online de qualidade. 

Para finalizar, lembre-se sempre: o mais importante é ser um site seguro, transparecer comprometimento com seus clientes, divulgar seus produtos, ter uma página responsiva e funcional, além de simplificar os passos de compras. 

Quer saber como a PlanD funciona na prática? Faça um teste gratuito por 15 dias.

Veja como a PlanD pode aumentar os resultados do seu e‑commerce

Teste grátis por 15 dias. Não é necessário cartão de crédito